Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Trôpego’

no Cais

O salto da minha sandália, enquanto eu caminhava, vez por outra ficava preso entre as vigas de madeira, mas o Cais era lindo. Pelo menos deveria ser, durante o dia. Não  posso dizer ao certo. Aquela noite eu estava atordoada, com meus sentidos embaralhados e o maldito salto, num ritmo irregular e irritante que acompanhava o meu caminhar desajeitado, continuava a cair entre as frestas das tábuas do chão. O sabor exótico do jantar ainda estava em minha boca. A comida sofisticada não agradara ao meu paladar. O vestido que eu escolhera não era curto, mas, definitivamente, não combinava com vento do Cais. Era uma madrugada de verão insuportavelmente fria num país insuportavelmente estrangeiro. Corrijo-me. Era uma noite insuportavelmente fria e eu era insuportavelmente estrangeira. O que incendiava a avenida era o idioma caliente e o tango nas calçadas. A sensualidade dos casais era palpável, me embriagava. Ou era o vinho? Não posso dizer ao certo. Com as sandálias nas mãos, continuei a  andar pelo Cais. As sensações me invadiam, fortes e costantes. A noite gelada, o vento forte, o assoalho de madeira sob meus pés descalços, a escuridão da madrugada, a solidão de um país estranho, o calor daquele idioma latino que maltratava minha audição… Os sentidos se misturaram, trôpegos e velozes, e caíram no lugar-comum dos sentimentos inintelegíveis.
.
Anúncios

Read Full Post »